Política em Três Pontas

Câmara – Saiba o que os vereadores de TP abordaram na reunião da semana

Seguindo as normas de segurança neste período de Coronavírus, a Câmara Municipal de Três Pontas realizou mais uma sessão ordinária nessa segunda-feira, 27 de abril. Com justificativa de doença, o vereador Luis Carlos da Silva não participou da reunião. Sem projetos na pauta, o presidente Maycon Douglas Vitor Machado submeteu ao Plenário a entrada do Projeto de Lei 051, que foi discutido e votado. 

Antônio “do Lázaro”

No Pequeno Expediente que abre a sessão, o primeiro a explanar da tribuna foi o vice-presidente, o vereador Antônio “do Lázaro”. Ele parabenizou a Administração Municipal pela realização de serviços no Bairro Santa Inês e ao mesmo tempo, cobrou providências quanto ao acúmulo de pessoas durante o fim de semana no local denominado “Cocada”, em Três Pontas. O vereador pediu que seja enviado Ofício à Prefeitura, Polícia Militar, Vigilância Sanitária e Secretaria de Saúde no sentido de evitar que isso se repita neste período de distanciamento social – medida preventiva ao novo Coronavírus. 

Aproveitando, o vereador informou que o deputado federal Diego Andrade disponibilizou para Três Pontas 15 mil testes rápidos para detecção da Covid-19.  

Roberto Cardoso

Outro vereador a falar foi Roberto Cardoso, se referindo às cobranças que fez sobre os Ofícios não respondidos pela Administração. “Robertinho” afirmou que foi informado que a documentação seria enviada em parte. Ele voltou a frisar que deseja os documentos completos.

“Coelho do Bar”

O vereador “Coelho do Bar” usou a tribuna para agradecer ao deputado Oswaldo Lopes que disponibilizou R$ 100 mil em recursos para castração de cães no município, através de um pedido dele e dos vereadores Professor “Popó” e Antônio “do Lázaro” durante viagem a Belo Horizonte. “Coelho” também elogiou o trabalho feito por “Popó” e sua esposa Tânia, bem como pelos cidadãos Daniel e Flávia, cujos resultados, destacou, “já estão aparecendo com a diminuição de cachorros pela cidade”.

O vereador ainda falou das cobranças que fez à Administração para poda de árvores em alguns pontos e que ainda não foram realizadas e reclamou da prestação de serviços na troca de lâmpadas da iluminação pública. Segundo “Coelho”, o serviço está mal feito, “pois trocam a lâmpada em um dia e no outro já está queimada”. O vereador cobrou um serviço sério por parte da empresa contratada e que seja usado material de melhor qualidade.

Sérgio Silva

Por sua vez, o vereador Sérgio Silva falou sobre as medidas do isolamento social, lamentando que o comércio ainda estivesse fechado. Ele afirmou que considerava injusto alguns setores abrirem e outros não. Sérgio é servidor público, trabalha na fiscalização e comunicou que, devido ao número limitado de fiscais: oito, a atuação só tem acontecido mediante denúncia.

“Flavão”

O vereador “Flavão” reclamou da falta de realização dos serviços cobrados da Prefeitura há alguns meses, tais como tapa-buracos e limpeza de campo de futebol no Bairro Cidade Jardim e outras localidades. 

Com relação à pandemia, o vereador informou ter participado com os proprietários de vans de uma reunião com representantes da Prefeitura na busca por uma saída para o setor que, analisou, está atravessando sua pior crise neste período.

Ele também pediu a construção imediata de faixa elevada na Rua Barão da Boa Esperança, esquina com Barão do Pontal, comunicando que mais um acidente foi registrado no local.

Erik Roberto

O vereador Erik Roberto também se manifestou afirmando que neste período de pandemia, os vereadores não foram convidados para participar da ajuda no combate ao Coronavírus e que seria importante esta união, não só nas micro, mas também nas macro decisões.

Maycon Machado

O último a usar a tribuna foi o presidente Maycon Machado. Ele endossou as palavras de “Coelho do Bar” quanto ao reconhecimento do trabalho do Executivo, porém cobrou mais cobertura dos bairros de periferia que, acredita, precisam de maior atenção. O presidente afirmou que essas comunidades estão ficando sem atendimento como operação tapa-buracos. Maycon citou ruas e bairros que, diferentemente do Centro, não recebem as melhorias e completou comentando que os vereadores são os alvos principais de cobranças dos moradores.

Ele aproveitou para convidar a todos para a Quermesse da Apae que não será presencial, contudo terá serviço de entrega com pedidos “on-line” de comidas típicas. O vereador solicitou a colaboração de todos, defendendo que a entidade necessita muito da contribuição e participação de todos.

Para finalizar sua fala, Maycon parabenizou a todos os artistas trespontanos que estão fazendo “lives” para arrecadação de recursos para as entidades filantrópicas da cidade.

O Projeto aprovado

Partindo para a votação da noite foi aprovado o Projeto de Lei nº 051, de 13 de abril de 2020, de iniciativa do Executivo Municipal que tem por finalidade abrir crédito adicional suplementar no valor de R$ 100,00 (cem reais). A adequação refere-se à suplementação orçamentária visando complementação de valor de repasse do Termo de Compromisso Celebrado entre o Município e o Ministério da Cidadania, cujo objetivo é a Implantação de Recapeamento e Pavimentação de Vias Urbanas do Município e, assim finalizar para posterior prestação de contas.

O valor é este mesmo: R$ 100,00.

(Com informações e fotos da Assessoria de Imprensa da CMTP/Edição: Arlene Brito)

Notícia anterior

Coronavírus começa a mostrar força em Três Pontas; casos confirmados pulam de 3 para 9

Próxima notícia

Presidente da Acai-TP, Bruno Carvalho, explica: “reabrir o comércio de Três Pontas exigiu trabalho árduo”, e pede comprometimento com as normas de segurança à Covid-19