Aqui Notícias de Três Pontas e regiãoEducação, Cultura e Lazer em Três Pontas

Cultura afrodescendente é tema da I Amostragem da Escola “João de Abreu”

Jessica Mesquita Silva

A cultura Afrodescendente foi foco da I Amostragem da Escola Municipal “João de Abreu Salgado” de Três Pontas. O evento foi realizado terça-feira (21) na sede da instituição de ensino, das 8h às 11h e das 14h às 16h45min e buscou promover o respeito ao próximo independente da raça.

No turno matutino, foram expostos trabalhos dos alunos do 5º e do 9º ano do ensino fundamental. Já à tarde, os presentes puderam conferir as produções dos estudantes do 1º ao 4º ano também ensino fundamental.

Entre os trabalhos apresentados estavam mostra de negros que mudaram a história em diversos segmentos tais como ciências, artes, política; apresentação de dança e de capoeira e declamação de poema e teatro.

Durante a Amostragem, participantes do Grupo Afro Trespontano demonstraram objetos retratando épocas da história do negro no Brasil, conversaram com o público e deram um acréscimo no visual de quem quis arriscar usar um turbante – tão característico da cultura.

Entrevista

Na oportunidade, foi exibida entrevista em vídeo com o vice-presidente do Grupo Afro Trespontano, José Vitor Silva. Na atividade, realizada pelos alunos do 9º ano e coordenada pelas professoras Jessica e Joana d’Arc, o convidado fala sobre o preconceito e as dificuldades enfrentados pelo povo negro. Confira. 

Concurso de redações – Navio Negreiro

No turno da manhã, a Amostragem também contou com concurso de produção textual. Quem passava pelo estande pode escolher o melhor texto produzido pelos estudantes.

No final da manhã, os votos foram contabilizados e o texto campeão foi o do aluno Eduardo Olímpio Freitas, intitulado “A vergonha de ser brasileiro”

Veja a produção na íntegra

Eduardo (segundo em pé) com colegas do 9º ano, com o vice-presidente do Grupo Afro, José Vitor e com a diretora Luciana Tavares

A vergonha de ser brasileiro

Já passou da hora

Hora de mudar

Falta pouco não demora

 

Pro Brasil acabar de afundar…

Nesse mar de ambição

Nesse mar de preconceito

Quem se dá bem nesse mar

São só políticos e prefeitos

 

Temos que tomar atitudes 

Pôr esse trem de volta nos trilhos

Sair logo desse navio

E dar um bom futuro para os nossos filhos.

(Eduardo Olímpio Freitas – Estudante)

 

Para a diretora Luciana Tavares, o evento superou as expectativas e mostrou grande dedicação por parte dos alunos. “Estão todos de parabéns. Foi um sucesso”, avalia. 

 

Notícia anterior

SOS Animais: Vamos encontrar a Valentina? Tem recompensa

Próxima notícia

Farmácias de Plantão em Três Pontas