Outros

Nota da Vigilância Ambiental de Três Pontas sobre bromélias x Aedes

Em função da veiculação da reportagem sobre as bromélias no site www.sintonizeaqui, a Vigilância Ambiental informa que a publicação do estudo científico feito no Jardim Botânico do Rio de Janeiro não reflete a realidade presente em áreas urbanas de nosso município.

Levantamento feito pela Vigilância Ambiental de Três Pontas em 2015 na grande maioria das residência da cidade comprovou a presença de larvas do Aedes aegypti em 40% destas, mesmo naquelas onde os moradores relatavam aplicação de cloro para combate ao mosquito transmissor da dengue.

O Ministério da Saúde coloca as bromélias como possíveis criadouros do Aedes e sempre preconizou o tratamento com cloro nestas plantas. A transposição de uma pesquisa científica realizada em ambiente de floresta não tem aplicabilidade em espaços urbanos onde, neste caso específico, é o habitat prevalente do Aedes em função da necessidade deste pelo sangue humano.

Portanto, a Vigilância Ambiental não recomenda o plantio desta espécie em ambiente urbano. Enfatizamos que não há proibição do cultivo desta planta.

(Vigilância Ambiental de Três Pontas)

Notícia anterior

Dois campeões, quatro vice-campeões, um bronze! Trespontanos mostram garra no Sul-Americano de Jiu-Jitsu

Próxima notícia

Futsal - Copas disputadas em Três Pontas chegam à penúltima rodada da segunda fase