Outros

Trespontano comemora um ano de cura atribuída à intercessão de Padre Victor Willian Rosa sofria de Doença de Chron e caso de cura é o primeiro registrado no mundo

Ser o primeiro caso no mundo de cura por ação divina, de fato é motivo para comemorar. E foi exatamente isso que fez Willian Rosa de Oliveira, trespontano que há um ano se livrou da Doença de Chron por intercessão do Beato Padre Victor, conforme ele orgulhosamente, alegremente e com gratidão registra.   

Na tarde de sábado (4), o rapaz reuniu familiares, amigos, vizinhos e até quem passava em frente à sua casa no Bairro Catumbi, para a festa em Ação de Graças, que foi realizada seguindo protocolos sanitários de prevenção à Covid-19 e com apoio de equipes da Polícia Militar (PMMG) e da Guarda Civil Municipal (GCM) de Três Pontas.

Para os convidados, Willian encomendou bolos saborosos, que no primeiro momento chamaram a atenção pelas personalizações. Sobre as massas e recheios feitos no capricho estavam a imagem de Padre Victor – religioso que passa pelo Processo de Canonização e que, creem os devotos, se tornará o primeiro Santo negro do Brasil. “Há exatamente um ano, fui até a Mina e bebi três goles daquela água. Ali, naquele momento, eu deixei a minha doença, eu fui curado”, recorda o aniversariante. Sim, Willian – nascido em 27 de maio, hoje com 26 anos, passa a comemorar o renascimento na data a partir da qual adentrou por um mundo que há tempos desconhecia: o da saúde plena.


Sintonize mais: Eu Sou Um Caso De Milagre, Relata O Trespontano Willian Rosa, Atribuindo Cura À Intercessão Do Beato Padre Victor


Por sete anos, ele enfrentou um martírio de dores, vômitos, sangramentos, hospitalizações, abnegações de sonhos tão simples, tais como frequentar a escola e trabalhar formalmente. Além do físico, a doença afetou a mente levando-o a tratamentos com psicólogos e psiquiatra, acrescidos de sedativos e antipsicóticos. O Chron abriu portas para outras enfermidades, remédios e para tantas altas dosagens que o jovem Willian pensou em desistir.


Nas fotos abaixo, Willian Rosa em várias fases do enfrentamento à Doença de Chron


No entanto, a fé se fez maior. Motivado pela devota mãe, dona Lia Rosa, Willian reforçou o pedido ao Beato e recebeu o presente de Deus. Em abril, o médico que começou a acompanhar Willian em 2012, Dr. Aloysio Resende, assinou o mais recente relatório: “desde o mês de julho de 2019 vem se mantendo assintomático do quadro intestinal apesar da suspensão da medicação específica. Colonoscopia de controle em abril de 2020 foi normal, melhora total”, atestou o gastroenterologista.

Willian Rosa e o médico que o acompanha desde 2012, Dr. Aloysio Nogueira Resende. Abaixo relatórios de abril de 2020 mostrando normalidades no paciente assintomático apesar da suspensão da medicação desde julho de 2019

“Me sinto cada vez melhor, então, a hora é de oração e agradecimento”, começou Willian Rosa junto aos convidados. A festa celebrou o milagre, a saúde, vida, felicidade. Foram servidos mais de 600 pedaços de bolos. O “aniversariante” também fez questão de presentear com a iguaria o Pronto Atendimento Municipal (PAM) onde, ao longo de anos Willian sempre foi muito bem acolhido, e a Vila Vicentina para, naquele dia especial, levar doçura também aos velhinhos assistidos pela entidade.

Uma mensagem, tendo como fundo musical o Hino ao Beato Francisco de Paula Victor (Letra: Dom Frei Diamantino Prata de Carvalho. Música: Alessandro Carvalho) agregou os votos de todos aqueles que conhecem a história de Willian Rosa de Oliveira – cuja cura desperta interesse em profissionais médicos e outros estudiosos no Brasil e em vários países. Todos que torcem pelo rapaz, desejaram que Deus continue agindo na vida dele, trazendo-lhe boa saúde, segurança, conforto, paz, alegria.

No meio de tanta gente, lá estava Padre Victor: nos corações tomados pelo espírito, em imagens, ‘banners’, na decoração dos bolos e na pessoa do conterrâneo Elias Brísida que, caracterizado, tornou aquela comemoração ainda mais emocionante, aproximou a fé das pessoas àquela feliz realidade, à certeza de que “é possível”. 

E todos, em única voz, deram Viva a Deus nas alturas! Viva ao Beato Padre Victor! Viva a Willian Rosa por ser um homem escolhido para provar a verdadeira benevolência.  

(Fotos: cedidas por Willian Rosa / Foto da imagem do Beato na Matriz d’Ajuda: SintonizeAqui)

Notícia anterior

Vacinação contra o Sarampo está prorrogada em todo o Brasil

Próxima notícia

Super Kiko agora é filiado à Rede Ilustre de Supermercados