Educação, Cultura e Lazer em Três Pontas

Câmara aprova recursos de Emenda Impositiva para estudantes trespontanos participarem da olimpíada de Matemática na Ásia

Foi diante da necessidade de se conseguir recursos para uma viagem internacional representando o município que a Câmara de Três Pontas entrou em uma história que estava prestes a não dar certo. Classificados para a Olimpíada Internacional Matemática Sem Fronteiras (OIMSF) a ser realizada na Tailândia, de 16 a 20 de agosto, alunos da Escola Estadual Monsenhor João Batista da Silveira iniciaram uma maratona em busca de recursos para bancar a viagem que custa em torno de R$ 10 mil para cada estudante. Como é uma escola pública, muitos pais não têm condições disponíveis para arcar com as despesas e com isso, o sonho poderia ser desfeito. Uma grande movimentação começou a acontecer para que Três Pontas fosse representada neste evento internacional, afinal, dos 853 municípios mineiros, somente estudantes daqui e de Monte Carmelo conseguiram a classificação. Em Três Pontas, são 10 mil estudantes e apenas os alunos do Monsenhor Silveira alcançaram a possibilidade da viagem ao continente asiático.

Com o custo da viagem fora do alcance, a busca por apoio de empresas, pessoas físicas e instituições serviu para arrecadar parte do dinheiro. Porém, faltava um complemento. Por sugestão do vereador Erik dos Reis Roberto, a Emenda Impositiva poderia ser usada, desde que não estivesse comprometida. Este tipo de Emenda é destinada a cada vereador. São no total R$ 110 mil para cada um e deve ser assim distribuídos: 50% para a área de saúde e 50% para investimento em qualquer área indicada pelo vereador. Chama-se Impositiva porque o prefeito precisa realmente aplicar este dinheiro onde o vereador indicar, correndo o risco de ter problemas se não atender à indicação. Contudo, a partir da ideia de Erik, os vereadores Roberto Cardoso e Marlene Lima tinham ainda parte dos recursos disponíveis no município, já que o montante não daria para a obra que indicaram, e isso foi a gota d’água. Em reunião com representantes do Executivo, ambos decidiram usar o dinheiro para complementar as despesas da viagem dos estudantes e na noite de quarta-feira, 31 de julho, a Câmara aprovou a doação. Foi através do Projeto de Lei nº 070, de 25 de julho de 2019, que tem por finalidade abrir crédito adicional suplementar, no valor de R$ 30 mil de acordo com o art. 43, §1º, inciso III da Lei Federal 4.320/64. O Projeto de Lei suplementa dotação da Secretaria Municipal de Educação para despesas com auxílio financeiro à responsável (Rosiane Aparecida Domingues Brito) por acompanhar os alunos da Escola Estadual Monsenhor João Batista da Silveira que participarão da Olimpíada Internacional Matemática Sem Fronteiras, na cidade de Chiang Mai, na Tailândia. Muitos estudantes, professores, diretores e familiares dos alunos acompanharam a votação.

Alunos acompanham a votação do PL

Alunos acompanham a votação do PL

Todos os vereadores exaltaram a importância desta Olimpíada e parabenizaram os envolvidos, desde os estudantes até os familiares.

Após aprovação do PL,  registro fotográfico no Plenário da Câmara de TP

Ainda na Sessão Extraordinária foi aprovado também o Projeto de Lei nº 071, de 25 de julho de 2019. A proposição tem por finalidade atribuir à sede que abrigará as instalações da Secretaria Municipal de Assistência Social, da Criança e do Adolescente, o nome de “Norma Duarte”.

(Fonte/Fotos: Assessoria de Imprensa da CMTP)

 

Notícia anterior

Dia dos Pais - Comércio de Três Pontas tem horário estendido nos dois primeiros sábados de agosto

Próxima notícia

Futsal - Sexta-feira reservada à última rodada da Semifinal da Copa do Trabalhador, em TP