Aqui Notícias de Três Pontas e regiãoLivre Acesso

Designer cria fonte que combina a escrita em Braille com a tradicional

Guilherme Dantas

Quantos espaços públicos você conhece que conseguem implementar a sinalização em Braille de forma realmente eficiente? Infelizmente são poucos, não é mesmo?

Pensando numa solução para esse problema, o designer japonês Kosuke Takahashi criou a Braille Neue, uma família tipográfica que une de forma muito inteligente a escrita tradicional e o alfabeto Braille.

Como funciona?

Os pontos em relevo, que fazem parte do alfabeto Braille, aparecem integrados aos caracteres do alfabeto tradicional, tornando qualquer palavra legível tanto para pessoas de visão normal quanto aos deficientes visuais.

Braille

O designer criou a proposta para os Jogos Olímpicos de Tóquio em 2020, e defende que a implementação dessa fonte em espaços públicos não só seria de ajuda para  deficientes visuais como também seria uma ótima forma de familiarizar o público geral com o alfabeto Braille. 

Conhecer projetos como esses aumenta ainda mais nossa admiração pelo design e seu poder de inclusão na sociedade, e ver designers trabalhando em prol dessas coisas é ainda mais satisfatório.

(Guilherme Dantas – Fundador do Designerd e Confred, empreendedor digital, apaixonado por design e marketing. Também vive falando sobre carros, física quântica, astronomia e cinema. Nas horas vagas, arranha violões)

Informação enviada ao SintonizeAqui pelo colaborador Bruno Máximo (foto ao lado).

Notícia anterior

Para limpar o estoque, Clube da Casa Nova Era promove Festival de Porcelanatos e Acabamentos

Próxima notícia

Rainha Expocafé e Girl Coffee: Barbacena e Contagem ficam com títulos