Educação, Cultura e Lazer em Três Pontas

Mulher ganha protagonismo no controle das finanças familiares

Estudo aponta que 33% do planejamento familiar brasileiro está nas mãos das mulheres, contra menos de 22% em países como Alemanha e Estados Unidos

Cada vez mais, as mulheres tomam a frente no controle do planejamento financeiro das famílias brasileiras. Mapeamento mundial de investidoras do UBS Investor Watch, divulgado recentemente, mostra que uma fatia de 33% do planejamento familiar está nas mãos das mulheres. Nas economias consideradas desenvolvidas, a liderança feminina não passa de 22%.

Foram entrevistadas 3,7 mil mulheres em nove economias. No Brasil, foram ouvidas 221 mulheres entre setembro de 2017 e janeiro de 2019. O levantamento incluiu também mulheres da Alemanha, Hong Kong, Itália, México, Singapura, Suíça, Reino Unido e Estados Unidos.

Para o professor de Cenários Econômicos do Centro Universitário Internacional Uninter, Cleverson Luiz Pereira, a revolução tecnológica das últimas décadas trouxe ao mundo uma mudança impactante na forma de viver e de administrar os recursos. “A cultura familiar sofreu adaptações e a mulher foi o destaque nesse novo ambiente”, observa.

Outra pesquisa – publicada pelo American Sociological Review com 368 mães em 241 países – demonstra que as mulheres trabalham dez horas a mais que os homens por semana por conta das funções administrativas domésticas que desenvolvem em casa após a jornada de trabalho no mundo corporativo.

“O novo desafio do planejamento financeiro na vida das pessoas proporciona, além do controle das finanças, uma preocupação eminente na condução dos investimentos para formar reservas financeiras com o propósito de atingir a tranquilidade financeira quando a idade ‘pesar’ em seus ombros”, nota o professor.

Com a característica “multitarefas” peculiar às mulheres, o especialista considera compreensível que elas tenham assumido a gestão das finanças da casa. “As mulheres foram ao mercado estudar, prepararam-se para projetar e executar o planejamento financeiro familiar com sucesso”, diz.

Planejamento, organização e disciplina são palavras-chave no mundo das finanças, como avalia o professor. “É aí que entra um ponto muito forte da mulher brasileira, que é a capacidade de agir rápido e não esperar acontecer. A disciplina, outro atributo comum ao sexo feminino, também é fundamental para que um planejamento financeiro alcance o objetivo desejado”.

Em sua opinião, as mulheres adaptam-se facilmente às mudanças constantes do mercado econômico e estão mais envolvidas e conectadas com administração das empresas, lares e negócios da família buscando conhecer mais sobre a gestão financeira e o patrimônio da família. “Elas educam seus filhos não somente no aspecto pessoal, mas também quanto às finanças, para que as metas sejam atingidas e garantam o equilíbrio financeiro da família no futuro”, ressalta.

(Fonte: Ruth Costa Meira – Página 1 Comunicação)

Notícia anterior

Feiras Cocatrel de Negócios já superam R$ 120 milhões comercializados neste ano

Próxima notícia

Crea-MG lança plataforma digital para fiscalizar barragens