OutrosPoliciaisQualidade de Vida e Saúde para o trespontano

Projeto “Atuação – Parceiros pela Vida” estreia no Carnaval, objetivando agilizar atendimento a ocorrências em cidades do Sul de Minas

Idealizado pelo Secretário Executivo do CISSUL/SAMU,  Jovane Ernesto Constantini e equipe de colaboradores, o Projeto “Atuação – Parceiros pela Vida” tem como participantes o Corpo de Bombeiros Militar (CBMMG), o Batalhão de Operações Aéreas (BOA), Polícia Militar (PM) e Polícia Militar Rodoviária (PMR). O objetivo é reunir esforços das equipes operacionais das instituições envolvidas, visando a redução do tempo resposta nas ocorrências atendidas na região do Sul de Minas.

De acordo com o Presidente do Consórcio e Prefeito de Andradas, Rodrigo Aparecido Lopes, o trabalho conjunto das instituições – que têm como meta principal preservar a vida dos cidadãos – é um ganho para a comunidade sul-mineira. Lopes justifica que essas entidades, para garantir a segurança e a integridade física das pessoas, prestam serviços de proteção e atendimento de urgência e emergência da melhor qualidade.

Representantes das corporações parceiras estiveram presentes na reunião de lançamento do Projeto, realizada na sede do CISSUL em Varginha, dia 9, e puderam apresentar sugestões importantes para o direcionamento das ações.

O Tenente Coronel Giuvaine Barbosa de Moraes, Comandante do 9º BBM – Batalhão de Bombeiros Militar apresentou anteriormente dados técnicos aos gestores do CISSUL/SAMU, o que contribuiu para o planejamento do Projeto e definição das intervenções. Na reunião, o Comandante afirmou que considera a ideia inovadora, grandiosa e bastante importante, pelo fato de integrar todas as instituições e prefeituras da região.

Ficou definido que a primeira ação será realizada no período do Carnaval, feriado prolongado de 24 de fevereiro a 1º de março, em cidades de maior concentração de foliões e fluxo de visitantes, dentre elas Boa Esperança, Muzambinho, Santa Rita do Sapucaí e Lambari. Representantes das prefeituras já se comprometeram a disponibilizar as ambulâncias brancas dos municípios para os atendimentos de menor gravidade.

O Coordenador Médico do SAMU, Dr. José Sérgio Tavela Junior, juntamente com o Diretor Clínico, Dr. José Fábio Capozzi e a equipe do Núcleo de Educação Permanente (NEP) irão disponibilizar um treinamento aos profissionais que atuam no atendimento dessas ambulâncias municipais, a fim de integrar todas as equipes operacionais envolvidas nessa operação.  

Visando atingir os objetivos propostos pelo Projeto, o SAMU vai transformar as USB (Unidade de Suporte Básico) em USA (Unidade de Suporte Avançado) nas bases descentralizadas de Boa Esperança, Lambari e Santa Rita do Sapucaí. E ainda locar uma USA no município de Muzambinho que não possui uma base descentralizada.

O Projeto “Atuação – Parceiros pela Vida” será disponibilizado em todos os períodos de feriados prolongados e durante eventos de grande porte realizados nos municípios que integram o Consórcio.

“Esperamos que a população tenha consciência dos seus deveres quanto à prevenção aos riscos que aumentam nessas ocasiões, evitando excessos que possam comprometer a vida”, encerra o CISSUL/SAMU.

(Fonte: Assessoria de Comunicação CISSUL/SAMU – Rejane Pimentel Venga)

 

Notícia anterior

Coquetel marcará lançamento da 6ª edição da Revista PRADO

Próxima notícia

Sine Anuncia Que Há Vagas De Emprego Em Três Pontas