Esporte em Três Pontas

Guilherme e Gustavo Mesquita, de Três Pontas, são pódio na Copa Minas de BMX

Disputada em etapa única, a Copa Minas de BMX reuniu pilotos de várias cidades de diferentes estados brasileiros – dentre eles São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Mato Grosso e Goiás. Nos últimos dias 9 e 10, nomes consagrados da modalidade – vários deles detentores de títulos internacionais – e também novatos, formaram um grande time em busca da consagração. Os 150 inscritos colocaram técnica e determinação em prática e agitaram o público que acompanhou as provas realizadas na Pista Internacional de BMX “Aquileu Franco do Amaral”, no bairro Bueno Franco, em Betim. Foram mais de 800 expectadores “in loco” e milhares de outros que assistiram às corridas transmitidas ao vivo.

O torneio foi promovido pela Secretaria Municipal de Esportes de Betim e pela Associação de Pais e Amigos do Bicicross (Aspam) com apoio da Federação Mineira de Ciclismo (FMC) e supervisão da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC).

Adentrando na categoria Men 25 a 29 anos – Aro 20, Guilherme Mesquita garantiu o 5º lugar. De acordo com o piloto de Três Pontas, estar na nova categoria foi algo bem diferente do habitual. Desde que começou a encarar as provas oficiais ano passado, ele corre pela Cruiser 25 a 29 anos – aliás, na qual tem a oportunidade de crescer bastante como esportista. O trespontano está na vice-liderança do Paulista de BMX 2019, posição de destaque que assegura ao disputar pela primeira vez o respeitado campeonato estadual, o maior do Brasil.  A Men, compara, é uma das categorias que agrupam maior número de pilotos, tornando as disputas ainda mais acirradas. 

“Estou feliz com o resultado alcançado na Copa Minas devido ao nível da competição de etapa única e válida para o ranking mineiro e brasileiro, mas alguns erros me impediram de subir em um lugar mais alto no pódio”, registra Guilherme.

Guilherme Mesquita conquista 5º lugar ao estrear na categoria Men 25 a 29 anos – aro 20, em Copa na cidade mineira de Betim

Outro Mesquita no pódio

Gustavo foi quem inspirou Guilherme em relação ao BMX e ele também estava lá. Colecionador de importantes títulos nacionais e internacionais, Gustavo segue no mundo esportivo acumulando troféus e medalhas e motivando novas adesões à modalidade.

Em Betim, Gustavo Mesquita compôs a principal categoria, a Elite Men, e comemorou o 3º lugar. “É muito bom voltar a  fazer ‘top três’ em um evento nacional”, resumiu, antes de reencontrar o irmão para, juntos, festejarem o sucesso na Copa Minas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Notícia anterior

Trespontanos prestigiam lançamento de “Gira”, livro escrito e desenhado por Victor Terra Lima, de apenas 7 anos

Próxima notícia

Estudantes trespontanos recebem homenagem da Câmara pela conquista da Medalha de Bronze na Tailândia