Educação, Cultura e Lazer em Três Pontas

Heitor Branquinho lança single “Tente” dia 23 de julho (sexta)

Balada pop com temperos mineiros, canção carrega marcas do artista já gravado por Milton Nascimento; lançamento do single conta com identidade visual assinada pelo artista britânico Owen Gent


O cantor e compositor Heitor Branquinho lança no dia 23 de julho (sexta-feira) o single “Tente” em todas as plataformas digitais. A canção contou com arte de capa criada especialmente pelo prestigiado artista britânico Owen Gent. O músico trespontano vem se destacando nos últimos 15 anos como importante nome da nova música brasileira, com trabalhos ao lado de Milton Nascimento e mais de 400 composições que incluem parcerias com letristas e compositores de diferentes gerações, como Márcio Borges e Roberta Campos.

A gravação apresenta um clima aparentemente despretensioso, com a leveza pop, mas que guarda o requinte harmônico e instrumental de quem tem como berço a música mineira e seus temperos diversos. Além de Heitor (voz, baixo e violão) constroem essa saborosa atmosfera Deni Domenico (guitarra) e Thadeu Lenza (bateria), com direito ao charmoso e nostálgico Hammond B3 comandado por Gabriel Assad, sonoridade que traz ecos da Jovem Guarda e de temas de Raul Seixas. 

“Tente” é aquele tipo de balada atemporal, que abraça o ouvinte numa sonoridade aconchegante e provocativa, ao estilo da poética de Heitor Branquinho, já conhecida e admirada entre seus fãs. Inclusive o tema foi escolhido para ser lançado como single a partir de votação no fã-clube do artista, Cantares de um Poeta, em lives realizadas semanalmente no YouTube. A letra fala de uma impossibilidade de esquecer um amor, mas que em tempos de pandemia também adquire outro importante aspecto, de ressignificar os sentimentos e ações, num processo de auto-observação.

“Tente revalidar seu sentimento ouvindo outras canções
Tente ressignificar o silêncio ou grite se preciso for” – Tente

Heitor Branquinho, músico trespontano (Crédito: Adriano Kamy)

Depois de três álbuns na carreira, a primeira música levada ao público em formato single foi pensada numa qualidade que abrange outras frentes do lançamento, como o convite ao artista britânico Owen Gent para assinar a identidade visual. Heitor descobriu no Instagram o trabalho de Gent, que prontamente aceitou o desafio de fazer uma criação a partir da composição. Sem detalhes sobre a origem do cantor brasileiro, curiosamente propôs um diálogo visual entre os descaminhos amorosos e a solidez das montanhas, elemento caro à identidade musical trespontana.

“Meu pensamento era ter as figuras menores em conflito, uma se afastando da outra, mas abaixo delas, nas montanhas, está a verdade de seu amor. Sólida como pedra, com elas presas em um abraço.” – Owen Gent.

…uma verdadeira obra de arte. Assim, Heitor Branquinho define a arte de capa criada especialmente pelo prestigiado artista britânico Owen Gent

A faixa sintetiza o momento artístico de Heitor, que reside em meio à inspiradora Serra da Mantiqueira, dedicando-se à produção autoral com seus parceiros musicais, uma intensa atuação de lives nas redes sociais e à participações em festivais virtuais no momento de distanciamento imposto pela pandemia – em abril foi convidado da mostra Três Pontas: Música em Experimento e em julho recebeu prêmio no Festival Canto Aberto, da cidade sul-mineira. 

A qualidade de interpretação artística e a verdade poética, transitando do pop e MPB a requintes instrumentais jazzísticos, são alguns dos elementos que projetaram o nome de Heitor Branquinho desde seu primeiro disco, “deu branco…” (2004), sempre privilegiando a proposta autoral. Essa trajetória desagua com grande consistência em seu mais recente álbum, “Três” (2019), lançado em CD, vinil e meio digital, com participações de Wagner Tiso, Yuri Popoff e Hugo Branquinho, trazendo parcerias com Roberta Campos, Fernanda Mello, Claudio Nucci entre outros.

Com atuação forjada nos bares da vida, Heitor tem nas parcerias e amizades seus grandes pilares artísticos, colecionando mais de 400 composições e mais de 60 parcerias ao lado de nomes como Márcio Borges, Murilo Antunes, Wagner Tiso, Ana Terra, Felipe Cerquize, Adriano Kamy e Marcelo Sarkis. O trespontano também carrega a nítida influência do Clube da Esquina em seus trabalhos, com forte presença de Milton Nascimento nesse caminho, com quem estreitou laços afetivos, estando ao lado do ícone mundial em diferentes momentos. O primeiro deles foi no clipe de “Paciência” (2006), com Lenine e artistas trespontanos. Pouco tempo depois vieram os shows do grupo Ânima Minas, que contaram com a participação de Milton. O segundo disco da carreira, “um Branquinho e um violão” (2008), gravado ao vivo em Três Pontas, também contou com a participação de Bituca. E tudo isso se coroou no disco “E a gente sonhando”, em que Heitor emplacou o tema “Olhos do Mundo” (parceria com Marco Elizeo), integrando as gravações e turnê nacional de lançamento junto a Milton Nascimento, com indicação ao Grammy Latino.

“Heitor, cantor, compositor, instrumentista, representante da turma trespontana. Filho, irmão, pai e amante da música é exemplo de gente que sabe o que quer. Com este CD, ele dá mais um passo na magia de lidar com o coração das pessoas.” – Milton Nascimento 

Sobre esta nova aposta em um single, formato cada vez mais utilizado no meio virtual, Heitor lembra que é algo que remete aos compactos de 7 polegadas da era dos vinis. “Pra mim é muito novo, pois sempre lancei trabalhos pensando como um álbum. Uma história contada também através da sequência das músicas. Mas dessa vez é diferente”. O cantor já lançou até o momento 46 músicas inéditas no projeto “Domingo ao Meio Dia” em seu canal do YouTube, com acompanhamento de perto do fã-clube. A partir de um formulário, os fãs definem o Top3 que vai para a Live do Cantares. “‘Tente’ ganha sempre. Então resolvi fazer uma produção com banda para também agradecer aos fãs que sempre estão comigo e gostam tanto dessa música”. É assim que o lançamento do single espelha um artista que mergulha com intensidade na carreira artística desde os 13 anos, bebendo nas influências de sua terra, mas com forte sensibilidade à música contemporânea. Por fim, quem não consegue esquecer Tente é o ouvinte.

Serviço
Lançamento do single Tente – Heitor Branquinho
Quando: 23 de julho (meia-noite de quinta para sexta)
*pré-save já disponível: https://ffm.to/tente-heitorbranquinho
Onde: todas plataformas digitais
Mais informações:  www.heitorbranquinho.com.br/tente
Contato: [email protected] | heitorbranquinho.com.br | (11) 9.8228-8748

_________________________________________

Assessoria de Imprensa
João Marcos Veiga – Desalinho Produções
(31) 98788.4534 | [email protected] 

Previous post

Sábado Comercial: comércio de Três Pontas tem horário estendido neste sábado, 10 de julho

Next post

Missa Solene abre comemorações dos 190 anos da Paróquia d’Ajuda de Três Pontas