Educação, Cultura e Lazer em Três Pontas

Menina de 9 anos compõe música expressando saudade da escola e o desejo do fim da pandemia Luiza Bárbara é de Três Pontas e estuda na Escola Coração de Jesus-Objetivo

“Eu tô com muita saudade da escola”. Esta é uma declaração que Luciana ouve praticamente todos os dias durante as conversas com a filha Luiza Bárbara Miranda Rosa, de 9 anos. A pequena estudante integra a turma do terceiro ano do Ensino Fundamental I na Escola Coração de Jesus-Objetivo, em Três Pontas e desde o início da pandemia reclama da suspensão das aulas presenciais.

“Que dia vai voltar a escola? Quero ir pra escola de novo! Vai embora Coronavírus!”. Frases ditas insistentemente por Luiza desde o início da pandemia Covid-19 (Foto: arquivo pessoal)

Dedicada aos estudos, a menina que encanta por tamanha meiguice, tem outra paixão, a música. Desde pequena, Luiza manifesta aptidão para a arte e está rodeada de pessoas que apoiam o desenvolvimento, o aprimoramento da habilidade. Há pouco mais de um ano, ela faz aulas de canto com o professor Oswaldo Duarte e começou a aprender piano no Conservatório Municipal de Música Heitor Villa-Lobos, mas a frequência na instituição foi interrompida pelo novo Coronavírus.

Certa noite, ao ser convidada pela mãe para juntas se abrigarem do frio debaixo de aconchegante cobertor, Luiza decidiu – primeiro – cantar para Luciana. Pegou o pequeno violão, assentou-se na cama e soltou a doce voz, improvisando a letra que expressava justamente o sentimento provocado pelo distanciamento dos colegas, dos professores, da escola.

“Eu falava várias palavras que vinham na minha cabeça, mas umas eu não guardava e quando ia cantar de novo eu esquecia; outras não faziam muito bem a rima. Aí, minha mãe teve uma ótima ideia de anotar as palavrinhas e me deu sugestões de rimas. Aí, as que eu gostava, colocava num papelzinho que eu tinha lá”, recorda Luiza.

Companheira de todas as horas, a mãe Luciana sugeriu algumas rimas e Luiza escolheu as que mais gostou para compor “Brincar e Aprender” (Crédito: Jhonatan Sousa)

Ideia daqui, palpite dali e com toda “maturidade” e poder de escolha, Luiza compôs “Brincar e Aprender”. Na letra musical está o sentimento que envolve a garota em relação ao distanciamento social e também sua esperança. “Eu escrevi porque estou com muita saudade dos meus amiguinhos, dos professores, do pessoal da secretaria, da diretoria, de todo mundo”, reafirma e completa: “não vejo a hora de tudo voltar ao normal, de abraçar. Sinto muita saudade de todos, mas só pode conversar pelo WhatsApp… essas coisas”.

Luiza conta que acompanha atentamente as videoaulas, que faz as tarefas em casa e que “mata um pouquinho da saudade” pelas “lives” coordenadas pelos professores. Mas aqui tem um detalhe: segundo a estudante, não dá para conversar muito com os colegas. Então, deseja: “eu penso que Deus vai ajudar a gente, que todo mundo ajuda saindo de casa só quando realmente precisa. Eu acho que o Coronavírus tem que sair, não tá dando certo ele aqui, ele tem que ir embora”.

A letra de “Brincar e Aprender” foi apresentada ao professor Oswaldo Duarte, que compôs a melodia. “Dar aulas de canto para crianças é sempre uma aventura, cada criança tem seu jeitinho de fazer música e com a Luiza foi diferente. Ela sempre se mostrou aplicada e interessada na arte de cantar. Quando chegou para mim com uma composição eu não pude ignorar. Ajudei na métrica musical e a colocar a melodia que já havia sido pensada por ela. Eu só aprimorei a ideia da Luiza com a experiência musical que tenho”, registra o musicista.

Através de vídeo, o “hit” chegou às mãos da professora Danieli Araújo, integrante da Escola Coração de Jesus-Objetivo. “Olha que linda letra! Estou emocionadíssima”, comentou. A professora revela que a música de Luiza foi um presente que encantou toda a equipe. Destacou que a Escola apoia as inteligências múltiplas e que o ensino de artes, sendo a musical uma delas, está nos trabalhos diários da instituição que acaba de completar 115 anos unindo tradição e modernidade.

Na Escola Coração de Jesus-Objetivo, Luiza é uma das alunas que abrilhantam a Fanfarra (Foto: arquivo pessoal)

Comovida, a diretora Maria Laura Campos Mendonça recebe a iniciativa da aluna como “materialização em versos e notas” do quanto a escola é importante na vida das crianças, e no caso da Escola Coração de Jesus-Objetivo, não apenas como lugar de aprendizagem, mas também como um ambiente que proporciona conforto, segurança, bem-estar. “A Luiza é uma das preciosidades da nossa Escola, sempre atenta, dedicada e carinhosa com todos. Atitudes como a dela – de compor essa linda música – nos dá a certeza de que fazemos a diferença ao cumprirmos nossa missão, ofertando educação de qualidade aliada ao cuidado, respeito à individualidade, enfim, acolhendo cada aluno com muito amor”.

Já Luciana confirma que Luiza desde o início da pandemia manifesta um desejo enorme disso tudo acabar, assim como compôs. Relata que a rotina escolar dentro de casa incomoda um pouco a filha, que sempre questiona quando irá voltar à escola. Ainda de acordo com a mãe, Luiza é uma menina muito educada, carinhosa e passa o tempo realizando as atividades online e, em seguida, brincando com jogos online junto com outras colegas da sala. “Em alguns momentos Luiza se apresenta ansiosa, e pede para Deus todas as noites em sua oração que leve embora esse Coronavírus”, finaliza Luciana – orgulhosa do caráter e do talento de sua primogênita.  

Luiza e Luciana (Foto: arquivo pessoal)

Veja a canção, a seguir. 

Brincar e Aprender
(Letra: Luiza Bárbara/Melodia: Oswaldo Duarte)

Oh Oh Oh Oh que saudade de ir pra escola
Oh Oh Oh brincar de pique-pega, pula, corre, jogar bola
Saudade de ver os amigos e compartilhar
Oh Oh tudo de bom é poder abraçar

Na escola quando acaba o recreio
Os professores chamam atenção
Formem a fila e vamos aprender a lição

(2 vezes)

Refrão: Oh Oh Oh Oh que saudade de ir pra escola…

Não vejo a hora de isso tudo acabar
Vai embora corona, deixe a gente estudar

(2 vezes)

Refrão: Oh Oh Oh Oh que saudade de ir pra escola…

Notícia anterior

Deputado Mário Henrique “Caixa” conhece nova ala cirúrgica e recebe agradecimentos pela destinação de R$ 250 mil à Santa Casa de TP

Próxima notícia

PARTIDO VERDE ENTRA EM CAMPO