Aqui Notícias de Três Pontas e regiãoPolítica em Três Pontas

Padre Victor: Lei que institui Comenda é recebida por autoridades trespontanas

Arlene Brito

Através da Comenda, Estado de Minas Gerais reconhece vida e obra de Padre Victor

Tornar Padre Victor, um líder religioso considerado Santo pelos devotos, ainda mais conhecido em Minas Gerais. Atrair pessoas, fortalecendo o turismo e, assim, promover mais renda para os hotéis, restaurantes, lojistas, artesãos, enfim, fazer crescer a circulação de gente e de dinheiro na cidade.

Estes são alguns avanços esperados de um evento que acontecerá todos os anos no feriado de 15 de novembro em Três Pontas. Será um acontecimento de gala. Anualmente, o governador de Minas realizará a entrega da Comenda Padre Victor. Com ela serão homenageadas pessoas e empresas de todo o Estado que tenham se destacado em atividades relacionadas com o fomento à educação, cultura, assistência social; com o combate à desigualdade social e ao preconceito e ainda com a promoção da cidadania e da dignidade humana. Para escolher os agraciados, o governador irá designar um comitê que terá o prefeito de Três Pontas como presidente de honra.

Deputado Dalmo Ribeiro, autor do Projeto de Lei

Para que a Comenda Padre Victor se tornasse realidade era preciso a criação de uma Lei Estadual. E esta providência foi tomada pelo deputado Dalmo Ribeiro (PSDB), 2º vice-presidente da Assembleia Legislativa. Sul-mineiro de Ouro Fino, o parlamentar afirma estar entre os devotos do Beato e se propôs a colaborar com o atual prefeito, Luiz Roberto Laurindo Dias (PSD), na proposta de fortalecer o turismo religioso trespontano.

A Comenda Padre Victor foi instituída no último dia 9 e ontem (16), o autor do Projeto de Lei, Dalmo Ribeiro, esteve em Três Pontas para fazer a entrega oficial da Lei 22.857, de 8 de janeiro de 2018, ao prefeito,  vereadores e outras lideranças.  

Apesar da representatividade, o ato foi pouco divulgado e um pequeno grupo prestigiou a solenidade, aberta pelos musicistas do Conservatório Municipal de Música Heitor Villa-Lobos, Lidyanne Brito e Beto Maciel. Na tribuna, de frente para um plenário praticamente vazio, o deputado estadual destacou que antes mesmo de adentrar na vida pública sempre esteve presente em Três Pontas, visitando a Igreja do Padre Victor acompanhado dos pais devotos. Para ele, a Comenda é uma forma de homenagear e de reconhecer a vida do Padre Francisco de Paula Victor: simples e dedicada a Deus e à caridade.

“Eu acredito no Padre Victor e sei que essa Comenda vem para promover o crescimento”, começou o prefeito Dr. Luiz Roberto. Entre elogios feitos ao deputado e ao pároco da Paróquia Nossa Senhora d’Ajuda, Ednaldo Barbosa, o gestor municipal contou acreditar ter presenciado um milagre de Padre Victor durante exercício da profissão médica. Também reforçou o desejo de deixar entre as contribuições para o povo trespontano, um turismo religioso mais estruturado. 

Presente na cerimônia, Padre Ednaldo foi outra personalidade que agradeceu a iniciativa. A expectativa, disse, é que a Comenda contribua para a divulgação do nome e dos feitos de Padre Victor e o município. “Se esta Comenda vai homenagear pessoas que se destacam na área da educação, do cuidado para com o próximo vai demonstrar que o projeto do Padre Victor continua vivo. Esperamos que, de fato, seja um marco para nossa cidade de Três Pontas”, registrou.

Michel Renan: empresário fechou os discursos da solenidade de entrega da Lei às autoridades municipais

Michel Renan Simão Castro – diretor da Santa Casa, analisou que a Lei Estadual que institui a Comenda reforça o reconhecimento de Três Pontas como a Terra do Padre Victor. “Hoje é um dia marcante para nossa cidade, que está feliz com a possibilidade de termos algo mais no nosso calendário, homenageando e lembrando o quão importante foi Padre Victor”, fechou o empresário, desejando que os exemplos do Beato sejam o espelho para a sociedade. 

A mesa principal esteve comandada pelo vice-presidente da Câmara Municipal de Três Pontas, vereador Donizetti Benício Baldansi (PSL).

Notícia anterior

Já viu “O Rei Leão”? Saiba que o espetáculo chega ao Sul de Minas

Próxima notícia

Febre amarela: procura por vacina em postos de saúde aumenta em Três Pontas