DestaquesEducação, Cultura e Lazer em Três Pontas

Trespontana leva prêmio em mostra competitiva de cinema

Jessica Mesquita Silva

Trespontana conquistou o título de Melhor Atriz Coadjuvante

A trespontana Vitória Raciane voltou para casa consagrada com o prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante pela Mostra Competitiva de Cinema de Varginha – a OFFCINE. A final da disputa ocorreu na tarde do último sábado (01). Na oportunidade, a atriz, de apenas 19 anos, recebeu o prêmio por sua atuação no filme “Janelas”, com o papel da personagem Helena.

A Mostra

A Mostra Competitiva de Cinema de Varginha (OFFCINE) foi realizada nos últimos seis meses. A escolha dos finalistas foi feita por 31 diretores do cinema independente nacional. Durante o período, os especialistas receberam os filmes competidores e votavam abertamente.

De acordo com Vitória Raciane, a OFFCINE começou com um projeto, cujo objetivo era o de ensinar crianças a fazer cinema. O projeto, idealizado pela atriz e produtora cultural de Varginha, Marina Azze, tomou outras proporções: para que as crianças fossem capazes de produzir o seu próprio filme, seria necessário ver filmes. “Com isso veio a Mostra Competitiva, com o intuito de exibir filmes independentes que iriam embasar e promover um maior conhecimento nas crianças”, explica Vitória.

O longa metragem Janelas já tem 8 premiações. Na foto, a atriz Marina Azze, o diretor do filme Lucas Marques e a atriz trespontana Vitória Raciane

Durante a final, houve a exibição do filme “Juras”, produzido por alunos envolvidos no projeto, coletiva de imprensa, debates e a divulgação dos finalistas na competição.

Para Vitória, o reconhecimento é uma certeza de estar no caminho certo. “É maravilhoso ser escolhida como Melhor Atriz por diretores conceituadíssimos de fora. Diretores que eu já admirava de outros festivais.”

Janelas

Janelas é um longa de época que conta a história de Antônia – interpretada pela atriz Marina Azze – uma mulher que foi estuprada pelo padrasto e todos os conflitos de cuidar da filha Helena – interpretada pela atriz Vitória Raciane, resultado desse estupro.

O longa já arrecadou 8 prêmios e mostra que Três Pontas está bem representada nas artes.

(Fotos: redes sociais e Fundação Cultural de Varginha)

 

Notícia anterior

População em Situação de Rua é assunto de reunião convocada pela Assistência Social de Três Pontas

Próxima notícia

Natal Sem Fome - Amsesam convida trespontanos para participarem do 14º Arrastão Solidário