PoliciaisRegionais

Vítima de explosão é transferida para SP pelo serviço aéreo do Corpo de Bombeiros

Arlene Brito

Vítima sendo recebida pelo Grupamento Águia, em São Paulo (Foto: CBMMG)

Por volta das 15 horas desta quarta-feira (17), o Grupamento Águia, de São Paulo, recebeu uma paciente transferida da UTI da Santa Casa de Guaxupé pelo serviço aéreo do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG). A vítima foi levada para o Hospital das Clínicas, na Capital Paulista, para receber tratamento especializado.

Lúcia Maria da Silva Cecílio teve aproximadamente 60% do corpo queimado em uma explosão de álcool durante festa de casamento na zona rural de São Pedro da União (MG) na madrugada de sábado (13). O estado dela é gravíssimo.

No acidente, a professora Flávia Cristina de Souza, de 35 anos, morreu e sete pessoas ficaram feridas – três em estado grave. Destes, Lúcia é a paciente que inspira maiores cuidados e sua internação em hospital especializado foi determinada pela Justiça. Os outros dois já deixaram a UTI, mas continuam internados em Guaxupé.

A remoção

Pela manhã, a aeronave do CBMMG saiu de Belo Horizonte e pousou em Varginha onde pegou uma equipe médica da Companhia Aérea integrante do Cissul/Samu. Depois, se deslocou para Guaxupé para embarcar a vítima. Em São Paulo, teve o apoio do Grupamento Águia que conduziu Lúcia até o Hospital das Clínicas. O trabalho aeromédico foi realizado graças à parceria firmada entre Bombeiros e Consórcio Intermunicipal de Saúde da Macro Região do Sul de Minas (Cissul).

Notícia anterior

Pequenos negócios têm prazo ampliado para implantação do e-Social

Próxima notícia

Clubes de Rotary participam de Seminário em Três Pontas; jovens encaram prova seletiva para Intercâmbio