Aqui Notícias de Três Pontas e regiãoEducação, Cultura e Lazer em Três Pontas

Escolas estaduais trespontanas estão sem aula nesta quarta; professores paralisaram atividades em todo o Estado

Jessica Mesquita Silva

As escolas Estaduais Cônego José Maria, Deputado Teodósio Bandeira, Maria Augusta Vieira Corrêa, Monsenhor João Batista da Silveira, Prefeito Jacy Junqueira Gazola, Presidente Tancredo Neves e Professora Marieta Castro estão paralisadas hoje (16) em protesto ao atual quadro da Educação.

A manifestação tem objetivo de mostrar a insatisfação do funcionário público com o parcelamento e o adiamento do pagamento do salário. Além de Três Pontas, escolas de outras cidades mineiras aderiram à paralisação.

De acordo com o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG), a paralisação é uma resposta da categoria diante do atraso injustificável do pagamento anunciado pelo governador Fernando Pimentel (PT) em alterar a data do recebimento da primeira parcela do salário, que estava prevista para acontecer hoje (16).  

Após as 18 horas de ontem (15), o Sind-UTE/MG recebeu um comunicado do Estado afirmando que o pagamento da 1ª parcela dos salários dos servidores será paga na próxima sexta-feira (18).

Manifestação

Mesmo com a comunicação, a paralisação foi mantida. Além disso, em Belo Horizonte, profissionais da Educação se concentraram à frente do Palácio da Liberdade a partir das 9 horas.

Já em Três Pontas, os docentes planejaram expor a sua indignação na Expocafé 2018, durante a abertura da feira, considerada a maior do agronegócio do país, também pela manhã. 

Foto página principal (Sind-UTE/MG)

Notícia anterior

Segundo MP, investigações apontam fornecimento de peças e combustíveis a 12 veículos e máquinas em desuso na Prefeitura de Três Pontas

Próxima notícia

Paróquia Cristo Redentor anuncia que vem aí muita diversão para os trespontanos; em junho tem Trolada