Educação, Cultura e Lazer em Três Pontas

Mães serão homenageadas na Matriz d’Ajuda pela Orquestra de Três Pontas e Secretaria de Cultura aproveita o momento para destacar servidora

A Orquestra Experimental “Osvaldo Tiso” – uma das maiores representantes da cultura musical de Três Pontas – preparou um repertório especial para homenagear todas as mães do município neste próximo domingo (12). O grupo, regido pelo maestro Mauro Luís Marques, vai se apresentar na Igreja Matriz Nossa Senhora d’Ajuda, com início às 20 horas.

De acordo com o regente, os componentes da Orquestra encaram com alegria e comprometimento – desde o mês de fevereiro – uma rotina intensa de ensaios para este concerto. Mauro Marques, que assina todos os arranjos, antecipa que a coletânea agrupa vários estilos, do sacro ao popular, e que a intenção é demonstrar carinho e passar emoções para o público e, claro, de forma singular para as homenageadas.

Orquestra Osvaldo Tiso e o maestro Mauro Marques preparam repertório especial repleto de afetividade para as mães de TP (Foto: Maurinho Bueno)

A Mãe da Cultura

Desta vez, a equipe da Secretaria Municipal de Cultura, Lazer e Turismo – liderada pelo secretário Alex Tiso e com apoio do prefeito Marcelo Chaves Garcia – optou por destacar entre tantas mamães merecedoras uma servidora da Casa, considerada pelos colegas de trabalho “nota 10”: Taisa Rezende. A homenagem à funcionária pública que cumpre missões há mais de 30 anos na Prefeitura de Três Pontas acontecerá durante a apresentação da Orquestra “Osvaldo Tiso”.

Taisa Rezende nasceu na Fazenda das Areias em 20 de abril de 1964, filha de Andalício Rezende Neto e Maria Aparecida Rezende, sendo a quinta dos seis irmãos (José Márcio, Maria das Graças, Gésio, Geralda, Maciel e Daniel). Ainda na infância mudou-se para Coqueiral com seus pais especificamente para estudar e com muita dificuldade formou-se no Magistério na Escola Estadual Mitsi Morais Menezes.

Em 1985, mudou-se para Três Pontas com sua irmã, iniciando a sua carreira de Magistério na Rede Estadual de Ensino, dando continuidade nos estudos, concluindo a sua Pós-Graduação.

Mais tarde passou a integrar na Prefeitura Municipal de Três Pontas na área da Educação, trabalhando na Escola Professor José Vieira Mendonça e Cesu Dr. Potiguar Veiga, onde atuou como diretora por 12 anos.

Em 1989 casou -se com Luiz Fernando Mendonça Sobrinho com quem teve dois filhos, Fernando Resende Mendonça e Felipe Rezende Mendonça e tem um casal de netos Emanueli e Samuel.

Atualmente, viúva, trabalha na Secretaria Municipal de Cultura na área Administrativa onde exerce a sua função com muita alegria e satisfação. A trajetória de sua vida é marcada pela coragem, serenidade, perseverança, buscando soluções para ultrapassar barreiras que a vida coloca à sua frente.

Taisa Rezende receberá homenagem especial após a Missa das 19 horas, domingo, na Matriz d’Ajuda – Centro de Três Pontas (Foto: arquivo pessoal)

Mensagem enviada pela homenageada à comunidade trespontana: “Aprenda a nunca mais ser idiota…”

A vida não pode ser só trabalhar e pagar conta. Seu casamento não pode ser somente cobranças e sexo. Seu relacionamento com seus filhos não pode ser só perguntar como foi a escola. Sua preocupação não pode ser somente suas finanças, sua academia e seu próximo apartamento. Os dias estão passando muito rápido, os celulares estão consumindo nossos preciosos minutos de conversas, de carinho e de risadas. Esse ano já vimos um jornalista dizer: chego em 10 minutos para almoçar e não chegou. Esse ano vimos um modelo tão entusiasmado para desfilar que o coração não aguentou. E agora, alguém que foi descansar no mar… e não volta mais pra casa. Organize sua vida colocando prioridades que realmente importam no seu dia a dia. Peça perdão, libere perdão, seja leve de espírito… beije na boca a quem você ama, abrace, conforte, chore junto, sorria mais ainda… Não gaste energia com quem não quer o seu bem, não perca tempo abrindo a sua boca para falar o que não edifica, a vida é muito curta para viver aborrecido. Brinque com seus filhos, durma com eles, se lambuze ao cozinhar algo e divirta-se…. E busque ganhar dinheiro o suficiente somente para você ter segurança e um pouco de conforto, todo o resto é vaidade, é idiotice… um dia a hora chega e quem viver, viveu. (Padre Fábio de Melo)

Excelência com foco didático

Voltando à Orquestra “Osvaldo Tiso”, o projeto nasceu no Conservatório Municipal de Música Heitor Villa-Lobos e durante anos abrilhantou eventos na cidade. Adormeceu durante um período e despertou novamente no início da atual Administração, retomada proposta por Mauro Marques.

Hoje é composta por mais de 30 integrantes, sendo eles alunos com idade mínima de 10 anos e professores do Conservatório. A presença de convidados é comum nas apresentações.  

“Estamos trabalhando para que a Orquestra melhore cada vez mais, sem perder o foco didático. Nosso intuito é alcançar a excelência no trabalho, porém a base é colocar os alunos para tocar, com suporte importantíssimo dos professores”, explica o maestro.

Os ensaios acontecem às terças-feiras, às 19h15min, no Conservatório, e são abertos aos pais, à comunidade. “As pessoas assistem e acompanham de perto o processo: veem o maestro ficar bravo, veem o maestro elogiar e isso traz crescimento para todo mundo”, conclui.

Sede do Conservatório onde acontecem os ensaios da Orquestra (Foto: arquivo SintonizeAqui)

Mauro Marques reforça o convite do Governo Municipal, da Secretaria de Cultura para que os trespontanos e, logicamente, os visitantes que estiverem na cidade no domingo, prestigiem o especial Dia das Mães.

“Acompanhar a apresentação de uma orquestra não é luxo, não é cultura de elite. Não é. A ideia da Orquestra é trazer o luxo para todas as bases da sociedade, em um lugar público para quem quiser entrar e assistir. Essa socialização tem que haver porque se a gente aprende a apreciar o bom em qualquer lugar a gente aprecia todas as coisas e sabe ser um bom expectador”, finaliza.

Agradecimento

Todos os envolvidos na organização e realização do evento agradecem ao Cônego José Douglas Baroni, pároco da Paróquia Nossa Senhora d’Ajuda, por abrir a Matriz à homenagem musical. 

Notícia anterior

Vai ter forró e PM de Três Pontas já prepara atrações

Próxima notícia

Seu Direito com Dra. Poliana Azevedo: direitos da empregada gestante, conheça e exija